foto-sampa-sky-predios-anhangabau.jpg

Sampa Sky - Mirante de Vidro 

ss_holy03.PNG
ss_holy02.PNG
ss_holy01.PNG

Uma obra com qualidade HolyGlass
Visitantes terão a sensação de flutuar sobre a cidade a uma altura de 150 metros

Inspirado no Skydeck de Chicago, criamos um local único em São Paulo: construímos decks que entregam a sensação única de andar sobre a cidade a uma altura de 150 metros. Os mirantes, que são os primeiros retráteis no mundo, são totalmente de vidro e permitem ao visitante conhecer novas vistas e horizontes.

O Sampa Sky conta com dois decks: um voltado para a face sul, com vista do Vale do Anhangabaú sobre o Viaduto Santa Efigênia; e outro para a zona leste, que fica sobre a Avenida Prestes Maia. É possível avistar diversos pontos turísticos da cidade, do Farol Santander às silhuetas de prédios da Avenida Paulista, até a Prefeitura e a Praça das Artes. Mais adiante, é possível vislumbrar até as cidades do ABC. O projeto, desenvolvido especialmente para o Sampa Sky, tem em sua base quatro camadas de vidros de 10mm da Guardian Glass e três camadas do PVB Estrutural da Eastman, garantindo resistência superior a 30 toneladas com total segurança.

Localizado no 42o andar do edifício Mirante do Vale, prédio mais alto da capital paulista, o Sampa Sky tem um espaço total de 700m2, com janelas de vidro do teto ao chão em todo o ambiente, que dão uma visão completa e privilegiada da cidade, além de um café Três Corações. O espaço permite receber até 400 pessoas simultaneamente, mas para a inauguração e os primeiros meses, esse número está reduzido atendendo às normas de segurança indicadas pelos órgãos competentes.

O Sampa Sky foi idealizado pelo chef André Berti, após visitar o Skydeck em Chicago (EUA), no 103o andar da Willis Tower. De volta ao Brasil, procurou opções para desenvolver espaço similar em São Paulo. O projeto foi apresentado para o advogado Antônio Carlos da Relva Caldeira, proprietário do 42o andar do Mirante, que chamou o publicitário Alessandro Martineli para sociedade na empreitada.

Fonte: SampaSky.com.br
Acesse o site para ingressos e informações.

Crédito das Fotos: IG SampaSky

Sobre a obra

Somos os responsáveis por garantir a segurança e a beleza da atração.
Projetado por nosso Engenheiro e Proprietário Charlston Thiago Stringhini, diante do ousado projeto, sugeriu eliminar toda visão do aço estrutural, adicionando mais um fator ual a este ponto turístico e continuar atendendo as normas internacionais.

A estrutura de vidro e aço, fica somente com as cantoneiras a vista e estão em total harmonia.  Foram utiliziados 6.5 toneladas de aço, para a cápsula ficar deslizante e invadir o céu de São Paulo, ficando 2m para fora do edifício.

Os vidros utilizados contam com tecnologia para garantir menos distorção e possibilitar o suporte de até um elefante, ou até mesmo 400 pessoas/dia.

O projeto foi desafiador e contou com horas de trabalho para garantir segurança, estética e proporcionar uma experiência única.

Faz parte da HolyGlass trabalhar com esse padrão de qualidade e propósitos.

 

Veja a matéria completa com os descritivos na Revista Arquitetura e Aço
Edição 60 - Totalmente interativa com vídeos e fotos
https://arquiteturaeaco.org.br/ed/60/#p=62
Da página 63 a 71.

WhatsApp-icone.png